últimas notícias
5 benefícios de fazer um mestrado ou doutorado no exterior
Os alunos que vivenciam uma pós-graduação strito sensu em uma universidade no exterior costumam ser categóricos: a experiência é de fato necessária e pode ser um divisor de águas para a carreira profissional. Cada vez mais, empresas buscam por profissionais com bagagem internacional, esperando que tenham consciência da importância da diversidade cultural e habilidade para trabalhar com pessoas de diferentes nacionalidades, empresas multinacionais e clientes do mundo todo.

Além de transformar estudantes em profissionais competitivos para o mercado de trabalho, um Mestrado ou Doutorado no exterior também pode trazer inúmeros benefícios pessoais. Confira, abaixo, alguns dos principais benefícios que o programa pode trazer:
 

1. Desenvolvimento pessoal

 
Estudar no exterior exige dos alunos capacidade de se adaptar a situações inesperadas e a práticas culturais diferentes. Neste contexto, um Mestrado ou Doutorado no exterior pode ajudar a expandir horizontes e adquirir habilidades como resiliência e flexibilidade de adaptação, características altamente valorizadas pelo mercado de trabalho.
 
A ampla visão de mundo adquirida ao se expor a uma cultura diferente também é valorizada por empresas, especialmente multinacionais, que consideram que esses profissionais são aptos a enfrentar desafios globais no ambiente de trabalho.
 

2. Potencialização das habilidades de liderança

 
O estilo de gerir e liderar difere de acordo com a cultura. Uma experiência de pós-graduação strito sensu no exterior pode ajudar a obter um melhor entendimento de diferentes estilos de liderança e gestão existentes ao redor do mundo, o que é ótimo para quem almeja cargos em multinacionais, que contam com ambiente culturalmente diverso. Fazer uma pós-graduação no exterior é uma vantagem competitiva que predomina em processos seletivos para cargos de gestão, uma vez que um dos grandes desafios dos líderes mundiais é trabalhar com pessoas de diferentes culturas, valores e crenças. 
3. Consolidação das habilidades no idioma
 
Por mais que o estudante já domine o idioma, uma pós-graduação strito sensu no exterior oferece a oportunidade de ter contato com a língua de determinado país de maneira mais ampla: em níveis sociais e acadêmicos, consolidando as suas habilidades no idioma.
 

4. Networking

 
As aulas ganham uma nova dimensão cultural quando se estuda com pessoas de outros países. Muito mais do que trazer benefícios sociais, essa convivência traz conexões profissionais que são imensamente valiosas. O networking feito nesse período é importantíssimo para a inserção no mercado de trabalho.
 
Isso porque a troca de experiências que começa na sala de aula pode acabar virando um grande negócio no presente e até mesmo no futuro, com indicações para empregos e parcerias em outros países.
 

5. Internacionalização do currículo

 
Com o objetivo de ter sempre os melhores funcionários, muitas empresas buscam talentos ao redor do mundo. Um Mestrado ou Doutorado no exterior acrescenta força internacional ao currículo, provando que o profissional está apto a assumir compromissos em qualquer lugar do mundo. 
 
Por isso, estudar no exterior faz com que o profissional se destaque no mercado de trabalho, demonstrando que ele possui habilidades que só podem ser adquiridas por meio de experiências internacionais. Com isso, são grandes as chances de o profissional ter um grande upgrade na carreira após um Mestrado ou Doutorado no exterior.