Central de Atendimento:
0800 600 2439
LIGAÇÃO GRATUITA!
Fones:
(62) 3945-2439
(62) 3922-0485

 

 

 

Diplomacia e Política Externa UCES

Diplomacia e Política Externa UCES

 

 

O Mestrado em Diplomacia e Política Externa 

 

  Turmas Novas:

 15 a 30 de Janeiro de 2018
 

A prática da diplomacia e do desempenho de atividades relacionadas à política externa de um país estão ganhando um papel cada vez mais importante, devido ao número crescente de temas que são incorporados no cenário internacional, como resultado de acordos entre estados para regular certas atividades coletivamente e através de tratados ou convenções regionais ou multilaterais.

 

Também avançar processos de integração regional, são um fator decisivo na proliferação de temas e assuntos que são regularmente incorporados aqueles cujos escapes de controle, o único nível nacional, parcial ou totalmente . Além disso, nos últimos anos, e de acordo com o processo de globalização da economia e do desenvolvimento de negócios internacionais, actividades transfronteiras que exigem a intervenção de um ou mais Estados ou organizações internacionais especializadas multiplicam. O mesmo aconteceu em relação à segurança e crime. A existência de grupos terroristas que operam para além das fronteiras dos países onde eles se originaram, a internacionalização do comércio de substâncias psicotrópicas , o tráfico ou armas e crime financeiro (lavagem de dinheiro, ocultação, etc) está associada traduzir-se em uma crescente necessidade de cooperação internacional para enfrentá-los. Este, por sua vez, resulta na rápida proliferação de instrumentos jurídicos internacionais e organizações multilaterais ou regionais que tratam de questões específicas.

 

 Objetivo

 

O Mestre de Diplomacia e Política Externa é visto como objetivos centrais formam um Mestre que é capaz de: 

Compreender os processos complexos que determinam as tendências globais na política externa e da atividade diplomática do Estado nacional.

Concepção e gestão de estratégias que permitam cumprir os objectivos específicos da instituição em que ele atua.

Como oficial, consultor ou assessor em agências governamentais, organizações internacionais, instituições privadas, participando no desenvolvimento e/ou gestão de políticas públicas e/ou o seu impacto sobre o setor privado.

Utilize as ferramentas de gestão necessárias para alcançar os objetivos traçados.

Para analisar o potencial da política externa do país.

Criar cenário para as ações de organizações e instituições internacionais.

 

Destinatários

 

Diplomados da faculdade de graduação ou nível universitário ou não, com 4 (quatro) anos, no mínimo. Nos casos de um histórico excepcional de um candidato que está fora dos termos acima, podem ser admitidos se mostrar através de avaliações e requisitos estabelecidos faculdade, própria preparação, capacidade e conhecimento para atendê-lo com sucesso.

 


Perfil do Mestrado



Avaliar o estado atual da política internacional e da evolução dos principais problemas.

Analisar, integrar e sintetizar o processo de crescente globalização e expansão das áreas de domínio internacionais no âmbito das políticas públicas.

Morada situações específicas que envolvem conflitos de política internacional através de uma visão de Diplomacia e Relações Internacionais que integra aspectos políticos, econômicos, legais e até mesmo técnicos.

Desenvolver cenários e implementar estratégias para melhor defender os interesses das entidades públicas ou privadas que representam.

A importância institucional do nosso patrocinador Líderes Empresariais Associação, a condição de Universidade de Alto Desempenho UCES e extensa trajetória educacional Fundação de Estudos em Ciências Empresariais, permitiu nossas instituições perceber inúmeros acordos com instituições e centros de ensino em todo o mundo.

O reconhecimento internacional de excelência baseado abordagens acadêmicas, é outro dos principais pontos do perfil, da Universidade de Negócios e Ciências Sociais.

O reconhecimento internacional de excelência baseado abordagens acadêmicas, é outro dos principais pontos do perfil, da Universidade de Negócios e Ciências Sociais.

Mediante o desenvolvimento de trabalhos em equipes interdisciplinares, promove-se a análise e a discussão com a finalidade de agregar valor aos objetivos e às organizações. Esta metodologia supera o método de casos ideais, que apresentam limitações como a ausência de fundamentos, dando margem para a criatividade e a inovação.

 

  uces.jpg


Metodologia
 


Workshops e seminários teóricos e práticos são realizados. As disciplinas obrigatórias, como objetivo proporcionar uma formação geral em relações internacionais e atividade diplomática, enquanto eletivas visam escolher graus atividades curriculares do mestre de acordo com os objectivos da sua formação individual, que irá preparar o aluno de acordo com sua própria faculdade e caminho e objetivos que estão definidos para executar após concluir curso de carreira.

 

Modalidade do Curso e Horário



O Mestrado tem uma carga de 540 horas divididas em 4 módulos quinzenais, que acontecem de 6 em 6 meses. O curso é, portanto, presencial, com uma frequência quinzenal, de segunda-feira a sexta-feira de 08h30min às 19h (com intervalo para o almoço) e sábado de 08h às 13h, sendo ministrado na sede da UCES em Buenos Aires.

Ao final do curso o aluno tem 2 anos para desenvolver uma tese sobre tema pertinente para apresentação e defesa perante banca em época oportuna.


Requesitos para Aprovação



As condições para aprovação incluem as avaliações parciais/finais das disciplinas do plano de estudos, os 75% de assistência nas aulas presenciais previstas, a acreditação das horas de tutoria e a apresentação e defesa da Tese Final, de acordo com o estabelecido na Resolução Reitoral.


Conteúdo Programático

 

Primeiro semestre


• Direito Internacional Público: as grandes questões contemporâneas (meio ambiente, direitos humanos e dos recursos naturais).

• Recursos Estratégicos : conflito, perspectivas e soluções.

• Teoria das Relações Internacionais: o pensamento atual ea estrutura de poder mundial.

• Workshop sobre metodologia para o desenvolvimento de produções escritas.

• A política externa da Argentina no quadro constitucional e legal.

 

Segundo semestre

 

• Direito Diplomático e Prática: a construção de um pensamento estratégico e habilidades de negociação.

• Economia, Comércio e Finanças: pós- crise mundial e Argentina inserção.

• Principais marcos na história da política externa da Argentina.

• Tese Oficina

 

Terceiro semestre

 

• Controle de Armas e desarma: mecanismos de negociação e os acordos alcançados.

• Religião, etnia e política externa.

• Workshop sobre Medidas de Comércio Internacional de Defesa.

• Contemporâneos problemas políticos e de segurança: terrorismo, tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Intervenção e soberania.

• Seminário sobre novos temas das relações internacionais.

 

Quarto semestre

 

• Instituições e Direito Internacional na América Latina.

• A transformação em curso dos sistemas multilaterais e regionais.

• Problemas específicos da política externa Argentina: Malvinas, da Antártica e do Atlântico Sul.

• Seminário sobre política externa da Argentina com grandes blocos: América Latina, América do Norte, Europa, Oriente Médio Ásia e África.

 

 Tutoriais

 

O aluno deve cumprir um mínimo de 50 horas com disciplinas eletivas a partir do seguinte. Eventualmente, as disciplinas eletivas podem incluir outros temas relacionados com a raça, desde que sejam aceitas pelo Diretor do Mestre:

 

• História das Relações Internacionais: a partir do início da Globalização XX

• Direito Comercial Internacional 

• O pensamento estratégico I

• Pensamento Estratégico II

 


Título Outorgado



Mestre em Diplomacia e Política Externa

 

Processo de Seleção

 

Os interessados devem dirigir e-mail ao IUNES, para o endereço O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., aos cuidados da Dr. Paulo Lula Cerqueira Filho, expondo a razão do seu interesse no mestrado, anexando seu Currículo completo e atualizado para análise e informando disponibilidade para entrevista, que poderá ser dispensada, excepcionalmente, à vista da documentação apresentada.



Coordenação Acadêmica



A orientação no Brasil está a cargo da Dra. Sólia Maria de Castro Lobo - Promotora de Justiça - Doutoranda na UMSA e UBA. 

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.


Direção Acadêmica



Dr. Juan Carlos Sánchez Arnau



Corpo Docente



O corpo docente da UCES é integrado por professores com ampla experiência profissional, todos com sólida formação acadêmica e plenamente comprometidos com a busca da excelência. 



Reconhecimento do título perante as instituições brasileiras


 

O diploma de mestre emitido pela UCES tem, no Brasil, a mesma validade de qualquer diploma oriundo das mais conceituadas universidades do estrangeiro. Todavia, estando a Argentina inserida, evidentemente, no âmbito do Mercosul, uma vez que o curso é regularmente reconhecido pelo governo Argentino – Parecer CONEAU n° 353/12, o graduado que se qualificar para o curso e concluí-lo com sucesso receberá o diploma de Mestre em Diplomacia e Política Externa, que no território brasileiro está regulado nos termos do Decreto nº 5.518, de 23 de agosto de 2005, do presidente República Federativa do Brasil, que ratificou e fez incorporar ao ordenamento jurídico nacional o Acordo de Admissão de Títulos e Graus Universitários para o exercício de atividades acadêmicas nos Estados partes do MERCOSUL e prevê a admissão dos títulos de Mestre e Doutor perante as instituições de ensino brasileiras que possuam curso de pós-graduação avaliado e reconhecido pela CAPES.

 

Investimento

 

Consultar o IUNES